quinta-feira, 12 de julho de 2012

SERVINDO PARA VIVER E VIVENDO PARA SERVIR




25 ENTÃO JESUS CHAMOU TODOS PARA PERTO DE SI E DISSE: —COMO VOCÊS SABEM, OS GOVERNADORES DOS POVOS PAGÃOS TÊM AUTORIDADE SOBRE ELES, E OS PODEROSOS MANDAM NELES.
26  MAS ENTRE VOCÊS NÃO PODE SER ASSIM. PELO CONTRÁRIO, QUEM QUISER SER IMPORTANTE, QUE SIRVA OS OUTROS,
27  E QUEM QUISER SER O PRIMEIRO, QUE SEJA O ESCRAVO DE VOCÊS.
28  PORQUE ATÉ O FILHO DO HOMEM NÃO VEIO PARA SER SERVIDO, MAS PARA SERVIR E DAR A SUA VIDA PARA SALVAR MUITA GENTE (MATEUS 20.25-28).


24  E HOUVE TAMBÉM ENTRE ELES CONTENDA SOBRE QUAL DELES PARECIA SER O MAIOR.
25  E ELE LHES DISSE: OS REIS DOS GENTIOS DOMINAM SOBRE ELES, E OS QUE TÊM AUTORIDADE SOBRE ELES SÃO CHAMADOS BENFEITORES.
26  MAS NÃO SEREIS VÓS ASSIM; ANTES, O MAIOR ENTRE VÓS SEJA COMO O MENOR; E QUEM GOVERNA, COMO QUEM SERVE.
27  POIS QUAL É MAIOR: QUEM ESTÁ À MESA OU QUEM SERVE? PORVENTURA, NÃO É QUEM ESTÁ À MESA? EU, PORÉM, ENTRE VÓS, SOU COMO AQUELE QUE SERVE.
28  E VÓS SOIS OS QUE TENDES PERMANECIDO COMIGO NAS MINHAS TENTAÇÕES.
29  E EU VOS DESTINO O REINO, COMO MEU PAI MO DESTINOU...(LUCAS 22.24-29).

4  ENTÃO SE LEVANTOU, TIROU A SUA CAPA, PEGOU UMA TOALHA E AMARROU NA CINTURA.
5  EM SEGUIDA PÔS ÁGUA NUMA BACIA E COMEÇOU A LAVAR OS PÉS DOS DISCÍPULOS E A ENXUGÁ-LOS COM A TOALHA.
6  QUANDO CHEGOU PERTO DE SIMÃO PEDRO, ESTE LHE PERGUNTOU: —VAI LAVAR OS MEUS PÉS, SENHOR?
7  JESUS RESPONDEU: —AGORA VOCÊ NÃO ENTENDE O QUE ESTOU FAZENDO, PORÉM MAIS TARDE VAI ENTENDER!
8  —O SENHOR NUNCA LAVARÁ OS MEUS PÉS! —DISSE PEDRO. —SE EU NÃO LAVAR, VOCÊ NÃO SERÁ MAIS MEU DISCÍPULO! —RESPONDEU JESUS.
9  —ENTÃO, SENHOR, NÃO LAVE SOMENTE OS MEUS PÉS; LAVE TAMBÉM AS MINHAS MÃOS E A MINHA CABEÇA! —PEDIU SIMÃO PEDRO.
10  AÍ JESUS DISSE: —QUEM JÁ TOMOU BANHO ESTÁ COMPLETAMENTE LIMPO E PRECISA LAVAR SOMENTE OS PÉS. VOCÊS TODOS ESTÃO LIMPOS, ISTO É, TODOS MENOS UM.
11  JESUS SABIA QUEM ERA O TRAIDOR. FOI POR ISSO QUE DISSE: “TODOS MENOS UM.”
12  DEPOIS DE LAVAR OS PÉS DOS SEUS DISCÍPULOS, JESUS VESTIU DE NOVO A CAPA, SENTOU-SE OUTRA VEZ À MESA E PERGUNTOU: —VOCÊS ENTENDERAM O QUE EU FIZ?
13  VOCÊS ME CHAMAM DE “MESTRE” E DE “SENHOR” E TÊM RAZÃO, POIS EU SOU MESMO.
14  SE EU, O SENHOR E O MESTRE, LAVEI OS PÉS DE VOCÊS, ENTÃO VOCÊS DEVEM LAVAR OS PÉS UNS DOS OUTROS.
15  POIS EU DEI O EXEMPLO PARA QUE VOCÊS FAÇAM O QUE EU FIZ.
16  EU AFIRMO A VOCÊS QUE ISTO É VERDADE: O EMPREGADO NÃO É MAIS IMPORTANTE DO QUE O PATRÃO, E O MENSAGEIRO NÃO É MAIS IMPORTANTE DO QUE AQUELE QUE O ENVIOU.
17  JÁ QUE VOCÊS CONHECEM ESTA VERDADE, SERÃO FELIZES SE A PRATICAREM (JOÃO 13.4-17).



AMADOS E AMADAS, O ESPÍRITO SANTO  TEM FALADO MUITO COMIGO ACERCA DA PRINCIPAL CARACTERÍSTICA DO SEGUIDOR DE CRISTO, QUE É, SER UM SERVO EXCELENTE, TAL QUAL O É O NOSSO SENHOR.
O QUE MAIS TEM ACONTECIDO EM NOSSOS DIAS, É UM SEM NÚMERO DE PESSOAS, TEMAS E OUTROS VOLTADOS PARA O SER "LÍDER", "COMANDANTE", E NUNCA PARA SER SERVO.
TODAVIA, PARA OS CONCEITOS DIVINOS, GRANDEZA POSSUI QUEM ADOTOU O SERVIR COMO UM ESTILO DE VIDA. QUANDO A BÍBLIA NOS FALA DO SERVIÇO, NOS DIZ RESPEITO A UMA ATITUDE ALTRUÍSTA CUJO PRINCIPAL FOCO É GLÓRIA DE DEUS E O BEM A QUEM QUER QUE SEJA.
ESTAMOS VIVENDO EM UMA ÉPOCA EM QUE AS PESSOAS EM BUSCA DE STATUS E E ADMIRAÇÃO E AUTO-PROMOÇÃO, DESVIRTUARAM O SINGELO EVANGELHO DO NOSSO SENHOR JESUS CRISTO EM MECANISMO DE ENGRANDECIMENTO PESSOAL.
TODAS AS PASSAGENS BÍBLICAS QUE UTILIZAMOS COMO BASE DO NOSSO TEXTO ESTÁ VOLTADO PARA O PRINCÍPIO DO SERVIÇO.
SERVIR É A CARACTERÍSTICA MÁXIMA DO SENHOR JESUS; 
PARA QUE EU POSSA DESFRUTAR DA SANTA COMUNHÃO COM O SENHOR JESUS, É IMPRESCINDÍVEL QUE EU ACEITE COMO PRINCÍPIO DE VIDA: SERVIR.
QUANDO ADMITO EM MINHA VIDA O PRINCÍPIO DO SERVIÇO, ESTOU SENDO CONDECORADO POR DEUS COMO ALGUÉM QUE DE FATO ENTENDEU O QUE É SER GRANDE PARA DEUS.
SERVIMOS A DEUS AO SERVIR AOS OUTROS. O MUNDO DEFINE GRANDEZA QUANDO SE TEM PODER, POSSES, PRESTÍGIOS E POSIÇÃO DE DESTAQUE. SE VOCÊ POSSUI MUITAS PESSOAS AO SEU SERVIÇO, VOCÊ, SEGUNDO O CONCEITO DA SOCIEDADE HODIERNA, CONSEGUIU GRANDEZA.
EM NOSSA CULTURA EGOÍSTA COM A MENTALIDADE DO "EU PRIMEIRO", AGIR COMO SERVO NÃO É UMA NOÇÃO APRECIADA.
JESUS, ENTRETANTO, MEDIU A GRANDEZA EM TERMOS DE SERVIÇOS E ALTRUÍSMO, E NÃO EM TERMOS DE POSIÇÃO SOCIAL E STATUS.
DEUS DEFINE A NOSSA GRANDEZA PELA QUANTIDADE DE PESSOAS QUE SERVIMOS E NÃO PELA QUANTIDADE DE PESSOAS QUE NOS SERVEM.
A ÂNSIA DE GRANDEZA TINHA SEMPRE INQUIETADO OS DISCÍPULOS, ASSIM COMO É EM NOSSOS DIAS, A BUSCA ALOPRADA PELO QUERER SER O CENTRO DA ATENÇÃO E ADMIRAÇÃO, INFELIZMENTE. TODAVIA, CRISTO VETOU TAL PENSAMENTE E ATITUDE, QUANDO LAVOU OS PÉS DE SEUS DISCÍPULOS, TRANSMITINDO-LHES A MAIS FUNDAMENTAL VERDADE DE QUE SÓ SE TEM COMUNHÃO COM O SENHOR QUANDO ACEITARMOS A CONDIÇÃO DE SERVO EM AMOR (JOÃO 13.17).
EM JOÃO 15.15, O SENHOR PASSA A CHAMAR OS DISCÍPULOS DE AMIGO. ISTO NÃO QUER DIZER QUE OS DISCÍPULOS FORAM PROMOVIDOS À UM NÍVEL ACIMA DO DE SERVO, JAMAIS, PORÉM, SÓ É AMIGO DE JESUS AQUELE QUE ACEITA A CONDIÇÃO DE SERVO. QUEM ACEITA SER SERVO DO SENHOR, SERVINDO OS INTERESSES DO REINO DE DEUS, CUJOS ESSES INTERESSES, SE DÃO EM FUNÇÃO DE PESSOAS, TORNÁ-SE-ÃO AMIGO DE JESUS, SEM CONTUDO DEIXAREM DE SER SERVO. QUE COISA LINDA. PORTANTO:
  • QUER TER GRANDEZA EM DEUS, SEJA SERVO DO SENHOR E DA SUA IGREJA;
  • QUER SER AMIGO DE JESUS, SEJA SERVO;
  • QUER SER HONRADO SEGUNDO DEUS, SEJA SERVO;
  • QUER SER O PRIMEIRO, SEJA SERVO;
SERVIR AOS OUTROS ENOBRECE A VIDA (MARCOS 10.43,44).
QUANDO SERVIMOS AOS OUTROS NO INTUITO DE GLORIFICAR A DEUS E VÊ-LOS SALVOS E ABENÇOADOS, DE FATO ESTAMOS VIVENDO A VIDA EM UM NÍVEL DE GRANDEZA EXCELENTE.
SERVIR É UM PRIVILÉGIO. SERVIR É UM DEVER. SERVIR É SEGUIR O EXEMPLO DE JESUS E POR ISSO, INERENTE AO CRISTÃO. CONTUDO, SERVIR NÃO É FÁCIL, POIS QUEM SERVE TEM DE LUTAR CONTRA A PRÓPRIA NATUREZA INDIVIDUALISTA QUE SE INSTALOU NO HOMEM. A PREOCUPAÇÃO COM A SATISFAÇÃO PRÓPRIA, COM O ATENDIMENTO ÀS NECESSIDADES PESSOAIS PRIORITARIAMENTE, COM A “INGESTÃO DO FRUTO” QUE ATENDE AS EXPECTATIVAS DOS OLHOS, DO ESTÔMAGO E DA MENTE, OBSTACULIZAM O SERVIÇO, SINÔNIMO DO AMOR AO PRÓXIMO.
     ALGUNS PRECISAM DE UM CARGO PARA SE IMAGINAREM SERVINDO. MAS NA VERDADE, É MUITO MAIS NECESSÁRIA A POSTURA DE SERVO, QUE UM POSTO; ALGUNS CONSIDERAM QUE SERVIR É O DEVER DO EMPREGADO, DO QUE ESTÁ SUJEITO, A QUEM ACHAM MENOR. MAS SERVIR É ATITUDE DE GENTE GRANDE, DE NOBRE AOS OLHOS DE JESUS; ALGUNS SERVEM À VISTA, ELOGIAM PARA SEREM RETRIBUÍDOS, VESTEM A BOCA OU AS MÃOS DE HUMILDADE TENTANDO DISSIMULAR A CAMUFLADA CAPA DE GLÓRIA OU LUCROS QUE ADORNA O SEU PRÓPRIO CORAÇÃO. OUTROS, ENFIM, APONTAM PARA A GLÓRIA DE JESUS QUANDO SUAS MÃOS E BOCA EXIBEM A ATITUDE HUMILDE DA SUA ALMA. PRESTAM REAL SERVIÇO AQUELES QUE SE DESPEM DA NECESSIDADE DE LAUREL, DE SEREM HONRADOS, INDEPENDENTEMENTE DE POSTOS QUE PORVENTURA OCUPEM.
     JESUS VEIO PARA SERVIR, CHAMOU-NOS PARA A MESMA ATITUDE, CAPACITA-NOS COM DONS ESPIRITUAIS PARA QUE PAREÇAMOS COM ELE E SEJAMOS BÊNÇÃOS. O DISCURSO MUDO DA ATITUDE SERVIÇAL DE JESUS, MESMO SENDO ELE O SENHOR, ECOA COMO UM SERMÃO CLARO DE QUE É IMPOSSÍVEL SER SEU DISCÍPULO, SERVO SEU, SE NÃO ESTIVERMOS DISPONÍVEIS PARA LAVAR AOS PÉS EMPOEIRADOS, QUE PORVENTURA ANDEM ENTRE CORRUPTOS E CORRUPTORES, OU QUE FREQÜENTEM OS INDESEJÁVEIS AMBIENTES DE PROSTITUIÇÃO, MAGROS PELA FOME, PERDIDOS, INDECISOS E FRACOS, MARCADOS PELAS CARÊNCIAS MIL. O EXEMPLO DE JESUS NOS ESTIMULA E ENSINA.
     SERVIR PRODUZ ALEGRIA, MESMO EXIGINDO ESFORÇO. QUEM TEM PRAZER EM SERVIR NÃO PRECISA RELATAR O QUE FEZ OU FAZ, ESPERANDO SER HONRADO POR ISSO. SERVIR MUITAS VEZES NOS TORNA INCOMPREENDIDOS. POR ISSO, JESUS VIVEU PARA SERVIR E POR SERVIR, TAMBÉM MORREU.
O ATO DE SERVIR GERALMENTE É VISTO COMO UM DEVER DESAGRADÁVEL, UMA OBRIGAÇÃO OU UM CASTIGO. NO ENTANTO, JESUS ENSINOU QUE SERVIR DEVE SER O ESTILO DE VIDA DO CRISTÃO. SERVIR AO PRÓXIMO NÃO SE TRATA DE UMA IDEIA TEOLÓGICA, MAS ALGO QUE O ESPÍRITO SANTO COLOCA NO CORAÇÃO HUMANO, QUER O INDIVÍDUO SEJA CRISTÃO OU NÃO.
JESUS ENSINOU OS DISCÍPULOS SOBRE A IMPORTÂNCIA DE SERVIR AO PRÓXIMO DE UMA MANEIRA MUITO OBJETIVA. NA OCASIÃO, NÃO HAVIA NENHUM SERVO PRESENTE PARA LAVAR OS PÉS DE JESUS E DE SEUS DISCÍPULOS. O CORAÇÃO DOS DISCÍPULOS ESTAVA CHEIO DE ORGULHO PARA SE REBAIXAR A POSIÇÃO DE SERVO, POR ISSO JESUS SE PRONTIFICOU, LAVANDO OS PÉS SUJOS E EMPOEIRADOS DE TODOS ELES. NAQUELE MOMENTO, JESUS DEMONSTROU A IMPORTÂNCIA DO SERVIÇO. ATRAVÉS DESSE ATO TAMBÉM ENSINOU QUE A IDEIA DE IMPORTÂNCIA SOCIAL QUE TINHAM NÃO CONDIZIA COM OS PRINCÍPIOS DE SEU REINO.
JESUS TAMBÉM CONTOU A PARÁBOLA DAS 

OVELHAS E DAS CABRAS. 

AS PESSOAS QUE FIZEREM PARTE DO REINO DE 

DEUS E FOREM SALVAS SERÃO AQUELAS QUE ALIMENTARAM, VESTIRAM E CONFORTARAM “O MAIS HUMILDE DOS MEUS IRMÃOS”. O ATO DE SERVIR NÃO SE TRATA APENAS DE LEVANTAR FUNDOS PARA CAUSAS SOCIAIS, MAS TAMBÉM REQUER QUE COLOQUEMOS A “MÃO NA MASSA” E AJUDEMOS AS PESSOAS SOCIALMENTE MARGINALIZADAS, DESPREZADAS E REJEITADAS. A CONDIÇÃO DE NOSSO CORAÇÃO NÃO PODE SER MEDIDA POR AQUILO QUE FALAMOS OU POR NOSSA CRENÇA TEOLÓGICA, MAS PELAS NOSSAS AÇÕES. COMO TEMOS TRATADO AS PESSOAS À NOSSA VOLTA? QUANDO VEMOS PESSOAS EM NECESSIDADE, TENTAMOS AJUDÁ-LAS?
DEVEMOS:
• ENTENDER QUE SERVIR É UM ESTILO DE VIDA, NÃO UMA EXPERIÊNCIA ESPORÁDICA.
• SENTIR-SE RESPONSÁVEL PELAS PESSOAS NECESSITADAS AO SEU REDOR.
• ESCOLHER ATENDER AO CONVITE DO ESPÍRITO SANTO E PROCURAR OPORTUNIDADES PARA SERVIR. 

ILUSTRAÇÃO

DURANTE A REVOLUÇÃO AMERICANA, UM 

PEQUENO GRUPO DE SOLDADOS TRABALHAVA 

NO REPARO DE UMA TRINCHEIRA. O  
TRABALHO ERA ÁRDUO, A COLUNA DOÍA POR TER QUE SUPORTAR TANTO PESO E O COMANDANTE NÃO PARAVA DE GRITAR ORDENS A ALGUNS METROS DE DISTÂNCIA COM OS BRAÇOS CRUZADOS SOBRE O PEITO. NÃO ERA UM TRABALHO GRANDE, MAS MUITO DIFÍCIL DE SER REALIZADO POR APENAS ALGUNS HOMENS. O COMANDANTE ESTAVA CADA VEZ MAIS IRRITADO. GRITAVA PARA QUE TRAALHASSEM DEPRESSA E NÃO DESSEM IMPORTÂNA PARA A DOR QUE SENTIAM NAS COSTAS.
 UM HOMEM PAROU PARA OBSERVAR A CENA. DIRIGIU-SE AO COMANDANTE E FITOU-O EM SILÊNCIO POR ALGUNS MINUTOS.
— POR QUE VOCÊ NÃO OS AJUDA? — O HOMEM PERGUNTOU.
— SENHOR, SOU UM OFICIAL MILITAR! — O COMANDANTE RESPONDEU RISPIDAMENTE, IRRITADO COM A PERGUNTA.
O HOMEM BALANÇOU OS OMBROS, DESCEU DO CAVALO E COMEÇOU A AJUDAR OS SOLDADOS. TRABALHOU, SUJOU AS ROUPAS E FORÇOU A COLUNA, ASSIM COMO OS OUTROS. APÓS LONGAS HORAS, O TRABALHO FINALMENTE FOI CONCLUÍDO. O HOMEM LIMPOU O ROSTO E AS MÃOS E MONTOU NO CAVALO.
— SENHOR OFICIAL — DISSE —, DA PRÓXIMA VEZ QUE TIVER QUE FAZER UM TRABALHO COMO ESSE E NÃO TIVER HOMENS SUFICIENTES PARA REALIZÁ-LO, PROCURE O COMANDANTE-CHEFE E VIREI AJUDAR. AQUELE HOMEM NADA MAIS ERA DO QUE GEORGE WASHINGTON.

SERVIR NÃO É ALGO HUMILHANTE. NÃO É RESERVADO PARA AS PESSOAS DE NÍVEL SOCIAL BAIXO. TEMOS A RESPONSABILIDADE DE SERVIR UNS AOS OUTROS. GEORGE WASHINGTON PERCEBEU QUE AJUDAR OS SOLDADOS ERA MUITO MAIS IMPORTANTE DO QUE SIMPLESMENTE GRITAR ORDENS. O FATO DE AJUDÁ-LOS E DE SERVIR COM ELES OS ANIMOU MAIS DO QUE QUALQUER DISCURSO. WASHINGTON MOSTROU TAMBÉM AO OFICIAL O QUE REALMENTE SIGNIFICA SER UM LÍDER. O VERDADEIRO LÍDER SEMPRE ESTÁ PRONTO PARA SERVIR E AJUDAR AS PESSOAS SOB SUA RESPONSABILIDADE.
O QUE JESUS TENTOU EXPLICAR SOBRE O ATO DE SERVIR AO PRÓXIMO?
(MARCOS 9:33-37; 14:1-11; MATEUS 15:32).

VOCÊ ACEITA O CONCEITO DE CRISTO?

ADOTOU O SERVIR COMO ESTILO DE VIDA?

SE SIM, ENTÃO É UM(A) AMIGO(A) DE JESUS. 




Um comentário:

Anônimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ cialis pas her
http://commandercialisfer.lo.gs/ cialis prix
http://prezzocialisgenericoit.net/ cialis acquistare
http://preciocialisgenericoespana.net/ cialis